Parceria com Escola Classe 111 de Samambaia-DF: semente que gerou frutos

Trabalho pioneiro iniciado em 2013 tornou-se espaço para cultivo de um modelo de parceria que deu origem ao Instituto Raiar


Turma da Escola Classe 111 durante momento de leitura | Foto: divulgação


A trajetória do Instituto Raiar teve início a partir de um projeto-piloto elaborado pela sociedade civil em parceria com escolas públicas de Samambaia, no Distrito Federal, em 2013. À época, a iniciativa fora criada a fim de colocar em prática ações de apoio à aprendizagem, sendo a alfabetização dos alunos ao final do 1º ano a primeira delas.


A partir do projeto-piloto foi possível modelar um protocolo de trabalho capaz de contribuir com a definição de uma política pública para redes de ensino, qualificando os processos de aprendizagem nas escolas de forma sistemática e organizada.


Em 2016, o projeto firmou parceria com o Instituto Alfa e Beto (IAB), que conta com soluções metodológicas efetivas para a alfabetização. A expertise técnica do IAB permitiu a implantação gradual do Sistema de Ensino Estruturado para as séries iniciais.


EC 111


Em 2017, o projeto-piloto foi realizado em quatro escolas públicas do Distrito Federal. A Escola Classe 111, situada em Samambaia, foi uma das instituições contempladas. “Ao final do ano que antecedeu a implantação, realizamos um teste com as turmas que estavam saindo do 1º ano, a pedido da equipe do Projeto. O resultado indicou 41% de estudantes alfabetizados”, lembra Larissa Moraes, gestora da EC 111.


Ao final de 2017 – primeiro ano de execução do projeto –, o índice de alunos alfabetizados subiu para 81%. “Ficamos muito felizes com o resultado, pois estávamos vendo nossos alunos lendo fluentemente e suas famílias muito alegres também”, diz a gestora.


Os resultados de alfabetização indicaram que o projeto estava no caminho certo – e levaram à busca por parcerias com redes públicas municipais de ensino, para ampliação dos benefícios a outros estudantes.


O trabalho junto aos municípios começou em 2018, sendo a rede municipal de Viamão, no Rio Grande do Sul, a primeira parceira de uma associação totalmente apartidária e sem fins lucrativos, que deu origem ao Instituto Raiar.


Naquele ano, o projeto-piloto com as escolas em Samambaia foi encerrado, com exceção da parceria junto à Escola Classe 111, que possui excelentes níveis de gestão e tem apresentado resultados satisfatórios, permanecendo como um projeto embrião no DF que agora contempla todas as turmas da escola, incluindo alunos do 1º ao 5º ano.


“A parceria com o Instituto Raiar tem proporcionado a quebra de paradigmas e a constante formação continuada à equipe pedagógica. A possibilidade de ofertar uma educação baseada em evidências para nossas crianças é algo que estimula o trabalho diário, pois através do Sistema de Ensino Estruturado sabemos o que estamos fazendo, temos metas a alcançar no desenvolvimento dos estudantes e, através de dados, temos conhecimento dos resultados. E as evidências estão nos mostrando que a escola pública também pode ofertar um ensino de qualidade”, define a gestora Larissa.

144 visualizações

Posts recentes

Ver tudo