Esteio adere ao Pacto pela Alfabetização

Com apoio do Instituto Raiar, município estabelece compromisso de alfabetizar milhares de crianças no 1º ano



O município de Esteio, no Rio Grande do Sul, aderiu ao Pacto pela Alfabetização – o programa para aprendizagem infantil de iniciativa do Instituto Raiar. Além de alfabetizar as crianças no 1º ano, o programa também visa recuperar as lacunas de aprendizagem para alfabetização das crianças que estão no 2º ano e desenvolver os pré-requisitos de alfabetização entre as crianças que estão na pré-escola. Ao todo, mais de 3 mil crianças serão beneficiadas com a parceria.


Participaram do encontro para assinatura do termo de cooperação técnica na última sexta-feira (7), o prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal; a secretária de Educação municipal, Cláudia Ruschel; e a diretora-executiva do Instituto Raiar, Jaqueline Machado. Na ocasião, o prefeito destacou o impacto positivo que o Pacto deverá causar entre a comunidade em curto e longo prazos. "Não há como qualificar a educação sem melhorar aquilo que é base de toda caminhada escolar, a alfabetização. Buscamos na parceria com o Instituto Raiar, por meio do Pacto pela Alfabetização, um caminho para acelerar com qualidade este processo. Acreditamos fortemente que dentro de alguns meses começaremos a viver uma grande transformação, que trará resultados positivos visíveis já em seus primeiros anos, e consequências sociais marcantes por décadas", explicou Pascoal.


O Pacto pela Alfabetização, que acontece em outras cidades da região metropolitana, como Cachoeirinha, Sapucaia e Canoas, vem mostrando resultados significativos em nível de rede. "Os indicadores de alfabetização do Brasil são muito preocupantes. O Pacto pela Alfabetização é uma oportunidade real de avanço dos alunos em sua trajetória escolar, de mobilidade social das crianças mais pobres e de desenvolvimento das comunidades”, explica Jaqueline Machado, diretora-executiva do Raiar. "Melhorar os indicadores de alfabetização não é um desafio trivial, sobretudo em um contexto de pandemia. Como organização da sociedade civil, nos unimos à gestão municipal para garantir que cada criança tenha garantido o seu direito de aprender a ler e escrever na idade certa."


O acordo de cooperação com o município de Esteio terá duração de três anos.

289 visualizações

Posts recentes

Ver tudo